A Aelesab em parceria com a Prefeitura Municipal de Bauru, a Secretaria de Bem Estar Social de Bauru, o Governo do Estado de São Paulo, a Prefeitura da cidade de Barretos e de Araçatuba, faz a gestão dos seguintes Serviços da Rede Básica e Especial da Assistência Social:

Os restaurantes Bom Prato e Cozinha Comunitária oferecem refeições de qualidade e de baixo custo, preferencialmente, pessoas que se encontram em situação de vulnerabilidade social.

 

 

RESTAURANTES

BOM PRATO

Bauru
Café da manhã: 300 unidades | Almoço: 1.300 refeições
Funcionamento: de segunda à sexta-feira

Barretos
Café da manhã: 300 unidades | Almoço: 1.500 refeições
Funcionamento: de segunda à sexta-feira

Araçatuba
Café da manhã: 300 unidades | Almoço: 1.200 refeições
Funcionamento: de segunda à sexta-feira

Botucatu
Café da manhã: 300 unidades | Almoço: 1.500 refeições
Funcionamento: de segunda à sexta-feira

Franca
Café da manhã: 300 unidades | Almoço: 1.200 refeições
Funcionamento: de segunda à sexta-feira

COZINHA COMUNITÁRIA

Almoço: 200 refeições
Funcionamento de segunda à sexta-feira

 

PROGRAMA DE APOIO SOCIAL | PAS

 

Assistência social a famílias e pessoas em situação de vulnerabilidade social com a finalidade de promover acesso e usufruto de direitos e contribuir na melhoria de sua qualidade de vida, disponibilizando o atendimento a suas necessidades emergenciais, através de apoio material e social.

PROGRAMA DE INCLUSÃO PRODUTIVA 

 

PROGRAMA DE ESTÍMULO AO PRIMEIRO EMPREGO

 

O Programa de Inclusão Produtiva é composto por uma série de cursos profissionalizantes e temo como objetivo promover acesso ao mercado de trabalho na busca da sua autonomia e autossustentação.

O programa visa levar aos jovens a oportunidade de ter sua primeira experiência no mercado de trabalho, contribuindo para a reinserção e permanência do jovem no sistema educacional.

SERVIÇO DE CONVIVÊNCIA E FORTALECIMENTO DE VÍNCULOS – SCFV

Crianças e Adolescentes 

Atendimento pedagógico, esportivo e cultural destinado a crianças e adolescentes com idades entre 3 a 15 anos com o objetivo de complementar as ações de proteção e fortalecimento dos vínculos familiares e sociais.

SERVIÇO DE CONVIVÊNCIA E FORTALECIMENTO DE VÍNCULOS – SCFV

Idosos 

Atendimento social, esportivo e cultural destinado a pessoas com idade a partir de 60 anos com o objetivo de proporcionar melhor qualidade de vida aos usuários.

 

 

 

 

 

SERVIÇOS DE ACOLHIMENTO INSTITUCIONAL (SAI)

 

Abrigo para crianças e adolescentes

Acolhimento de crianças e adolescentes em situação de risco pessoal e social afastados do convívio familiar por medida protetiva.

Atendimento personalizado e em grupos de até 20 usuários que tem como objetivo assegurar proteção, proporcionar um desenvolvimento saudável, convívio familiar e comunitário com a utilização dos equipamentos e serviços disponíveis na comunidade local.

A AELESAB faz a gestão dos quatro SAI’s: Aelesab,  Eduardo Lanzetti e Flora

Acolhimento para adulto e suas famílias JAÚ,SP

O serviço é destinado a famílias e/ou indivíduos com vínculos familiares rompidos ou fragilizados, a fim de garantir proteção integral às famílias.

 

 

Abrigo para Mulheres em Situação de Violência

 

Acolhimento destinado a mulheres, acompanhadas ou não de seus filhos, em situação de risco de morte ou ameaças em razão da violência doméstica e familiar.

O atendimento visa assegurar as condições de habitabilidade, higiene, salubridade, segurança, acessibilidade e privacidade. 

RESIDÊNCIA INCLUSIVA PARA JOVENS E ADULTOS COM DEFICIÊNCIA

Feminina | Masculina

 

Com estrutura independente, as Residências atendem grupos de até dez usuários com deficiência e tem como objetivo proteger de forma integral aos seus assistidos; contribuir para a construção progressiva de sua autonomia, para a superação de dificuldades seja no âmbito físico, social ou psicológico e apoiar no desenvolvimento das capacidades adaptativas para a vida diária.

 

 

PROGRAMA DE ENFRENTAMENTO A SITUAÇÃO DE RISCOS SOCIAIS

 

O Programa destina-se a famílias e indivíduos em situação de risco pessoal ou social, cujos direitos tenham sido violados ou ameaçados.

Pressupõe escuta qualificada para a compreensão da situação apresentada pelo usuário, considerando seu contexto de vida familiar, social, histórico, econômico e cultural. O trabalho visa apoiar o usuário na construção de novos projetos de vida, na superação das situações adversas vivenciadas; no fortalecimento de vínculos familiares, na busca por formação educacional e profissional em um trabalho articulado com a Rede socioassistencial.